Governança
Cooperativa

Regras e práticas que orientam.
É o conjunto de regras e práticas que orientam todas as operações da Sicoob Credicitrus, incluindo manuais de procedimentos, formulários, normas legais e os compromissos éticos assumidos por toda a sua equipe profissional. A governança se apoia em três princípios:
Transparência
Prestação de contas
Responsabilidade corporativa

No que diz respeito às regras seguidas no dia a dia, a Cooperativa mantém uma área de Controles Internos subordinada à Diretoria Executiva.

Os Controles Internos estão disponíveis para consulta de toda a equipe da Credicitrus no seu portal corporativo interno.

A Credicitrus adota instrumentos modernos de gestão, como o planejamento estratégico, alinhando-se assim às mais avançadas organizações do mercado. Por meio do planejamento estratégico, o Conselho de Administração define objetivos de longo prazo para a Cooperativa, os quais são traduzidos em planos de ação e projetos específicos. Um Comitê de Coordenação reúne-se mensalmente para avaliar o andamento de cada projeto e as condições internas e externas que podem afetar sua concretização, efetuando correções de rumo sempre que necessário.

A transparência deve estar não só na clareza das regras de conduta a serem seguidas por todos, mas igualmente na comunicação aberta e regular com os cooperados. A prestação de contas consiste em manter o cooperado o par da evolução da Cooperativa e de tudo o que é feito visando a prestar-lhe bons serviços e proteger seu patrimônio. A responsabilidade corporativa se traduz nos cuidados com a sustentabilidade da organização, ou seja, com a sua longevidade, exigindo que a definição dos negócios e das operações não se limite ao aspecto econômico, mas que também inclua considerações de ordem social e ambiental.

Na Credicitrus, a responsabilidade pela governança cabe à Diretoria Executiva, por delegação do Conselho de Administração, que é o mais alto órgão de representação dos cooperados. O Conselho é eleito a cada quatro anos, sempre em Assembléia Geral Ordinária. A Diretoria Executiva é apoiada por comitês, compostos por gerentes e supervisores, os quais coordenam o trabalho dos demais funcionários, incluindo os estagiários e aprendizes. Todas as atividades são monitoradas pela Auditoria, e as contas da Cooperativa ainda são submetidas periodicamente a uma auditoria externa e ao controle do Conselho Fiscal, este também eleito pelos cooperados em Assembléia Geral Ordinária, tendo mandato de um ano. Assim, em todos os níveis, a gestão da Cooperativa é exercida por cooperados, visando a garantir o benefício e a segurança destes. Finalmente, com o objetivo de facilitar a comunicação e o relacionamento entre os cooperados e a Cooperativa, foi criada a Ouvidoria.